Notícia
Data: 21/01/2020

Consagração das Irmãs Marianne Veloso, Irmã Iara Maria Chaves de Moraes e Irmã Bianca Andrade Silva


Por: CIPSCS
Memorare

Nesse dia festivo, todos se alegraram com a decisão das Irmãs de consagrarem a vida a Deus

          A Igreja do Memorare ficou repleta de fieis na última terça-feira (21) para assistirem a consagração das Irmãs Marianne Veloso, Irmã Iara Maria Chaves de Moraes e Irmã Bianca Andrade Silva. As três professaram os votos de pobreza, castidade e obediência ao dizer sim a Deus e à Congregação das Irmãs dos Pobres de Santa Catarina de Sena.

          Frei Lopes, na homilia, ressaltou a importância da vida consagrada e lembrou, ao citar a beata Madre Savina, que as três Irmãs têm um exemplo materno e extraordinário de mulher, de fé e de amor. A missa foi concelebrada pelos Padres Amadeu, Padre Alcindo, Padre Pedro Vicente, Padre Deusdará, Padre André e Padre Aquino e Padre Narcélio.

          Nesse dia festivo, todos se alegraram com a decisão das Irmãs de consagrarem a vida a Deus e participar, daqui a diante, da obra de evangelização da Congregação, sobretudo na promoção da educação e da assistência social. Amigos, familiares e as demais Irmãs se emocionaram durante toda missa.

​​​​​​​​​​​​​​       ​Chamadas a seguir e servir a Cristo, elas, conduzidas pela Superiora Provincial, Irmã Lúcia Bezerra, assumiram, perante todos os fieis, o livre desejo de entregar a vida ao Amor Divino.

​​​​​​​

          Um  dos momentos mais emocionantes  da celebração foi  quando as Irmãs  noviças deixaram a Igreja e voltaram vestidas com o hábito. Sob o aplauso de toda a comunidade católica presente, elas receberam o crucifixo. “O hábito abençoado é semelhante a um sacramento. É o sinal externo e visível da total entrega a Cristo”, afirmou o Frei.

​​​​​​​          Após a Celebração Eucarística, houve os cumprimentos e um almoço comemorativo preparado com muito carinho pela Congregação.

 

A emoção das Irmãs Noviças:

​​​​​​​          Irmã Bianca Andrade: “É um sentimento de muita felicidade e de paz interior. O Senhor me chamou e eu sinto muita gratidão ao ver minha caminhada. Olhar para traz e ver tudo aquilo que recebi do Senhor e das Irmãs me emociona. Eu vou ser uma Irmã dos Pobres fiel à minha regra de vida e àquilo que Madre Savina pregou”, disse Irmã Bianca.

​​​​​​​          Irmã Marianne Veloso: “Eu acredito que vou ser nutrida pela fé, num caminho de confiança naquilo que o Senhor tem de projeto pra mim. Tudo isso, a partir da vivência do espírito saviniano, do nosso carisma, com o desejo que eu tenho dentro do meu coração, desde criança, de fazer um mundo melhor, sendo instrumento de Deus nesse mundo”, concluiu Irmã Marianne.

​​​​​​​          Irmã Iara: “Eu me sinto realizada. Depois de um caminho de formação, a gente vai percebendo os sinais de Deus. Eu aspiro crescer na santidade, no amor a Jesus e estou pedindo muito a graça de Deus”, falou Irmã Iara.


Informações
Responsive image
Vídeos
Facebook