Notícia
Data: 27 e 28/02/2020

29° GT de Educação Saviniana


Por: ANBEAS
Centro de Formação Memorare

Educadores savinianos discutiram ideias e trocaram experiências nos dois dias de encontro

 A Rede Saviniana de Educação e Assistência Social investe na formação continuada de seus educadores, visando aprimorar os conhecimentos e práticas dos professores e colaboradores para que novas metodologias e técnicas sejam aplicadas na rotina escolar. Nos dias 27 e 28 (quinta-feira e sexta-feira) representantes das escolas de toda a Rede (Colégio Sagrado Coração de Jesus, Colégio Santa Inês, Colégio Nossa Senhora das Graças, Colégio Santa Catarina de Sena, Colégio Nossa Senhora da Conceição, Colégio Nossa Senhora do Ó, Escola Santa Teresinha, Escola Irmã Catarina Levrini, Escola Santa Inês e Centro Educacional Menino Jesus) participaram do 29° GT de Educação, cuja programação envolveu palestras e treinamentos no Centro de Formação Memorare, em Teresina.

A equipe organizadora do GT trouxe um ciclo de palestras que facilitam o processo de ensino e aprendizagem. No primeiro dia, o professor Francisco Botelho Fortes abordou a temática “Metodologias Ativas”. Ele desenvolveu experiências aplicando essas metodologias como instrumento estimulador e atuante para as demandas do processo. À tarde, a doutora Viviane Fernandes tratou de um tema bastante atual: a “Educação Inclusiva”. O conteúdo trazido pela palestrante foi complexo e muito esclarecedor.

Já na sexta-feira, a palestra foi com o Doutor em Linguística Francisco Alves Filho. Com o tema “Práticas Leitoras e de Escrita a Partir das Contribuições da Linguística e BNCC”, ele discutiu a linguagem, que permeia todas as atividades escolares. “Existe muito mito, muita lenda, muitos conceitos sobre linguagem que não são muito adequados e que estão difundidos. Por isso é importante refletir ou desconstruir algumas visões que estão muito enraizadas e que acabam atrapalhando o dia a dia escolar”, disse o professor. 

O 29° GT de Educação caracterizou-se como um fórum de discussão. Para a coordenadora, Irmã Graça Ferreira, foi o momento para refletir a prática do cotidiano escolar da Rede Saviniana. “Abordamos temas que têm uma conexão entre si porque a juventude demanda conhecimentos específicos. São também temas atualizados e que têm ligação vinculação na formação integral do nosso anulado”, concluiu a coordenadora.

Nos dois dias de encontro, os educadores questionaram, refletiram, trocaram experiências e sentiram-se instigados a pesquisar e buscar novos conhecimentos com o objetivo de reunir elementos que possam fornecer subsídios à prática docente.

 


Informações
Responsive image
Vídeos
Facebook