Notícia
Data: 04/05/2021

Missa em homenagem a Santa Catarina de Sena


Por: Anbeas
Teresina-PI

Ex-alunos savinianos e idosos do Centro de Apoio ao Idoso Santa Catarina de Sena são homenageados durante a celebração

  

 A Rede Saviniana de Educação e Assistência Social celebrou o aniversário de Santa Catarina de Sena, dia também do ex-aluno saviniano.

 

Missa Santa Catarina

 

Santa Catarina de Sena nasceu em 1347 e inspirou Madre Savina a fundar a Congregação das Irmãs dos Pobres de Santa Catarina de Sena. As duas eram italianas e tinham muitas semelhanças, entre elas, o amor à Igreja e aos pobres.

 

No Memorare, o Padre José Deusdará presidiu, na sexta-feira (29), a Santa Missa, que contou com a presença das Irmãs, dos ex-alunos da escola Irmã Maria Catarina Levrini, dos funcionários da ANBEAS e dos idosos do Centro Social fundado em homenagem à Santa. Seguindo todos os protocolos de segurança para evitar a disseminação da covid-19, a celebração religiosa aconteceu no ginásio poliesportivo. 

 

Missa Santa Catarina

 

Foi a primeira vez que os idosos do Centro de Apoio ao Idoso Santa Catarina de Sena, agora vacinados, retornaram ao local desde o início da pandemia. Eles estavam muito emocionados e cheios de esperança. “Agradecemos a Deus pelo exemplo de santidade de Santa Catarina e pedimos que ela possa sempre interceder pelo Centro de Apoio ao Idoso, que, em novembro, completará 15 anos”, afirmou a assistente social Karla Viana.

 

Na homilia, o padre destacou a importância do perdão e recordou a vida de Santa Catarina, que, apesar de não ter tido acesso à educação, é considerada doutora e co-padroeira da Itália. “Santa Catarina não tinha escolaridade, mas ditava cartas ao Papa. Era de uma sabedoria extrema. Com ela, devemos aprender o amor à meditação e à Palavra de Deus. Desde nova, a Santa rezava pelas dores do mundo.   Santa Catarina era um modelo de humildade e amor a Deus”, concluiu o Padre Deusdará.

 

Missa Santa Catarina

 

As jovens aspirantes do Emaús prestaram uma homenagem à generosa Santa. Elas encenaram um trecho da vida de Santa Catarina, que passou por muitas provações, entre elas, a não aceitação da família pela escolha de não se casar e dedicar-se totalmente a Deus. Com a encenação, as futuras religiosas demonstraram o testemunho de fé e determinação da Santa.

 

Ao final da missa, a diretora da ANBEAS, Irmã Amparo Machado, pediu para que todos reforcem a espiritualidade, vivam uma Páscoa perene e agradeceu a presença na celebração. “Uma vez saviniano, sempre saviniano”, concluiu Irmã Amparo.

 

Missa Santa Catarina


Informações
Responsive image
Vídeos
Facebook