Notícia
Data: 29/05/2021

Idosos voltam às atividades presenciais no Centro de Apoio ao Idoso Santa Catarina de Sena


Por: Anbeas
Teresina-PI

Emoção marca essa volta tão aguardada por idosos e colaboradores

 

Em meio à natureza, cercados de árvores e de muito amor e dedicação, os idosos do Centro de Apoio Santa de Sena retornaram às atividades presenciais nessa quinta-feira (27). Foi um momento muito aguardado e marcado por emoções.

 

CAISCS

 

A vontade de todos era pode abraçar. Mas o afetuoso gesto foi substituído por olhares carinhosos e cuidadosos. Para recepcioná-los, a equipe do Centro pensou em tudo. As atividades foram ao ar livre, com o número de pessoas reduzido, todas distantes, de máscara e com álcool.  Além dos cuidados para evitar a transmissão do coronavírus, também foi pensado no aspecto emocional. No primeiro momento, os idosos compartilharam como foram esses meses de distanciamento. Cada um foi ouvido e acolhido. “Nós fazemos parte da vida dos idosos. Somos referência para eles. Quando não estão aqui, ficamos incompletos e eles também. Para esse retorno, preparamos um plano. Nós fizemos um mapeamento. Só voltou quem já tomou as duas doses da vacina e quem não tem nenhum sintoma gripal. Além disso, pedimos uma avaliação cardiológica e física. Apesar de nunca termos perdido o vínculo, de termos mantido um acompanhamento por meio das tecnologias durante a pandemia, nós precisamos estar seguros de que estão todos bem”, afirmou a assistente social Karla Viana.

 

CAISCS

 

Por enquanto, o retorno não será total. Nesse primeiro dia, foram apenas oito idosas. Algumas atividades foram suspensas e tudo será em espaço aberto. O que não muda são as três palavras de ordem do Centro Social: proteger, acolher e cuidar. “É uma alegria tão grande poder voltar, que você nem imagina. Enquanto a Irmã falava eu chorava, mas era de alegria. Eu ficava em casa sonhando com esse momento. Hoje, antes de vir pra cá, fiquei deitada pensando em tudo, nas colegas que perdi na pandemia, mas com a sensação é que a vida está voltando. É muita alegria mesmo. Aqui sou feliz demais.”, disse Dona Inês Sabino, falando de um sentimento que foi unânime entre todos os idosos e também compartilhado com os colaboradores.

 

CAISCS

 

Enquanto a saudade do contato físico ainda não pode ser sanada e o distanciamento ainda é necessário, o afeto foi demonstrado por meio de palavras, de gestos carinhosos, como os girassóis feitos com o nome de cada idosa, e com as palavras de amor transmitidas nessa volta. A Irmã Marilene Borges estava muito emocionada e partilhou essa alegria. “É muita gratidão encontrar cada um novamente. É um fio de esperança que surge ao ver que já estamos dentro dessa capacidade de acolher, de poder estar recebendo. Eles estavam precisando dessa espiritualidade, dessa atividade física. Hoje é um dia para celebrarmos. A pandemia nunca tirou nossa esperança de tempos melhores. Por meio de Deus e de Madre Savina, estamos retomando a normalidade”, concluiu a Irmã.


Informações
Responsive image
Vídeos
Facebook